Voltar

22 de abril 2019

Ampliação de terminal do Porto do Rio Grande é pauta na Selt

A ampliação da capacidade de operação do terminal Termasa - situado no Porto do Rio Grande - foi tema de uma reunião na tarde desta segunda-feira (22), na Secretaria de Logística e Transportes. O titular da pasta, Juvir Costella, recebeu o senador Luís Carlos Heinze (PP), que propôs a audiência. Heinze ressaltou a importância do projeto para elevar a operação do terminal de 1,5 mil para 6 mil toneladas/hora. "Queremos qualificar o potencial de expedição portuária", explicou o senador. "Esperamos contar com o apoio do Estado para que seja proposta a licitação, com o consequente arrendamento da área."

Segundo representantes da Cooperativa Central Gaúcha (CCGL), o terminal teria capacidade de armazenar até 500 mil toneladas, especialmente produtos oriundos da produção primária. "Dessa forma, mudaríamos de patamar no setor da indústria naval", frisou o presidente Caio Vianna. A unidade logística da CCGL, composta pelos terminais Termasa e Tergrasa, é responsável por receber, armazenar e expedir produtos agrícolas a granel no Porto do Rio Grande. O secretário Juvir Costella enalteceu a mobilização do senador Heinze e ratificou a relevância do projeto. "O fortalecimento das hidrovias e das estruturas que envolvem os portos também está entre as prioridades do governo do Estado", salientou. Além disso, Costella sugeriu que seja estabelecida a formalização do projeto de ampliação do terminal perante a Superintendência do Porto do Rio Grande (SUPRG). "Cumprida essa etapa do processo, encaminharemos o rito para a Secretaria Nacional de Portos", finalizou o titular da pasta. Também participaram do encontro o secretário-adjunto de Logística e Transportes, Eduardo Krause;  e o diretor da CCGL-Termasa, Guillermo Dawson Jr.

Fonte: Transportes RS